Apagão - 19/11/2020 | Por: Oliveira Energia

Mais 20 grupos geradores Cummins vão combater crise energética do Amapá (AP)


Mais energia Cummins irá abastecer o Amapá (AP), diante da crise energética que atinge a população amapaense desde o incêndio na subestação na Zona Norte de Macapá (AP), na noite de 3 de novembro, provocando o apagão em 13 dos 16 municípios do Estado.

De acordo com Pedro Paulo Farias, diretor técnico da Oliveira Energia, empresa amazonense de locação de geradores para produção de energia termoelétrica e responsável pelo envio dos equipamentos de Manaus (AM) para Macapá, “20 grupos geradores Cummins KTA G9 de 1250 kW (cada) vão operar na Usina Termoelétrica (UTE) Santa Rita em até sete dias, após o desembarque”. 

“Os equipamentos saíram via balsa de Manaus (AM) e chegam ainda hoje (16) na capital amapaense”, afirma Farias. Ainda segundo o diretor técnico, “a potência instalada de 25 MW irá contribuir com 10% da energia elétrica consumida pela população do Amapá, além de auxiliar o atual rodízio de fornecimento de energia aos municípios.

A Cummins Power Generation tem fornecido sua energia para combater a crise de abastecimento que o Estado enfrenta desde o incidente. No dia 7 de novembro, seis grupos geradores Cummins modelos C250 e C500, totalizando 2 mil kVA de potência, foram enviados também pela Oliveira Energia, transportados em aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB), para atender serviços essenciais da cidade, como hospitais e abastecimento de água. 

Esforços

 A Cummins Power Generation forneceu ao País mais de 31 mil kVA de potência energética entre os meses de abril e outubro:192 grupos geradores foram destinados aos serviços essenciais da sociedade, diante do cenário pandêmico causado pela Covid-19.  A grande maioria dos equipamentos foi entregue para o setor da saúde.